O Compacto Lusófono e outros instrumentos de financiamento a projectos de energias Renováveis nos PALOP

Voltar
O Compacto Lusófono e outros instrumentos de financiamento a projectos de energias Renováveis nos PALOP
DATA
27 MAIO
LOCALIZAÇÃO
Lisboa, Portugal

O objectivo desta sessão é dar a conhecer os instrumentos de financiamento disponíveis para projectos de energias renováveis nos Países Africanos de Língua Portuguesa (PALOP), nomeadamente o Compacto Lusófono e outros instrumentos do Banco Africano para o Desenvolvimento (BAfD) e da Sociedade para o Financiamento do Desenvolvimento (SOFID).

O Memorando de Entendimento do Compacto Lusófono foi assinado pelo BAfD, por Portugal e pelos PALOP, em Novembro de 2018, para garantir financiamento, instrumentos de mitigação de riscos e assistência técnica a projectos do sector privado ou PPP, em várias áreas nomeadamente nas energias renováveis. O Governo português acautelou 400 milhões de euros de garantias no Orçamento do Estado para 2019 para alocar a projectos nos países abrangidos pelo Compacto.

Espera-se que os instrumentos divulgados, sirvam para alavancar novos projectos de energias renováveis nos PALOP, contribuindo assim para o Objectivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 7 de Assegurar o acesso fiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todas e todos.

Nesta sessão será ainda realizado um breve enquadramento às oportunidades para projectos de energia renováveis nos PALOP e ao ambiente de negócios nesses países.

 

Esta sessão foi desenhada especificamente para as empresas portuguesas ou com capital português do sector privado na área das energias renováveis, idealmente com planos de investimento ou projectos de investimento em carteira nesta área, uma vez que serão apresentados conteúdos de carácter específico para este tipo de projectos.

Organização
ALER AICEP GPEARI SOFID
TOPO