Notícias

Voltar
SADC lança a primeira edição do Monitor de Energia da SADC durante a 36.ª Sessão Ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo
1 de Setembro de 2016
SADC lança a primeira edição do Monitor de Energia da SADC durante a 36.ª Sessão Ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo

Durante a 36.ª Sessão Ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo, a SADC publicou a primeira edição do Monitor de Energia da SADC, “que apresenta uma perspectiva regional abrangente dos progressos realizados no sentido da implementação de várias políticas de energia da SADC. O principal objectivo da publicação é garantir que os progressos alcançados para a implementação dos compromissos de energia da SADC em conformidade com o Protocolo da SADC sobre a Energia e outras estratégias e políticas regionais estão documentados e amplamente distribuídas. O relatório também acompanha a implementação dos vários compromissos de energia feitos pelos Estados-Membros a um nível regional. Centra-se nos três principais sectores de energia relevantes para a SADC – electricidade, energias renováveis e eficiência energética, petróleo e gás.”


A 36.ª Sessão Ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) decorreu de 30 a 31 de Agosto de 2016, no Lozitha Palace, Reino da Swazilândia. A Cimeira realizou-se sob o Lema: «Mobilização de Recursos para o Investimento em Infra-estruturas de Energia Sustentável Rumo a uma Industrialização Inclusiva da SADC e à Prosperidade da Região»


No DISCURSO PROFERIDO PELO PRESIDENTE KHAMA antes de entregar a presidência a Sua Majestade o Rei Mwsati III, o Novo Presidente da SADC, Sua Excelência o Tenente-general Dr. Seretse Khama Ian Khama, Chefe de Estado do Botswana, o cessante presidente, mencionou que é encorajador notar que os esforços empregues no novo processo de industrialização da região continuam a ganhar dinâmica e o trabalho sobre a preparação do Plano de Acção de Industrialização está num estágio avançado.
 

O Presidente observou ainda que, durante o seu mandato, estava preocupado pois a região continua a registar a deterioração do acesso à água e ao fornecimento de energia, a insegurança alimentar, a pobreza inerente e a caça furtiva e comércio ilegal. Como resultado, ele organizou três workshops temáticos para a segurança alimentar e erradicação da pobreza, reforçar o acesso à energia e água e combate à caça furtiva, a fim de enfrentar essas situações.


Fonte e Imagem © SADC