Notícias

Voltar
A viabilidade financeira dos modelos de negócios de mini-redes  está a melhorar mas a regulamentação continua a ser o maior desafio
31 de Janeiro de 2019
A viabilidade financeira dos modelos de negócios de mini-redes está a melhorar mas a regulamentação continua a ser o maior desafio

O Fundo Fiduciário da Parceria Energia e Meio Ambiente (Energy and Environment Partnership Trust Fund – EEP Africa) financiou 43 projectos de mini-redes em 10 países do Sul e Leste de África. O seu recente relatório “Opportunities and Challenges in the Mini-grid Sector in Africa”, que pode ser consultado no LERenováveis, apresenta as conclusões retiradas do portfolio EEP e explica que o financiamento de infra-estruturas e o enquadramento regulatório são os factores decisivos para a viabilidade financeira das mini-redes.

 

O resumo da pesquisa do Power For All apresenta as principais conclusões do relatório:

 

  • As mini-redes não estão apenas a gerar redes eléctricas de alta qualidade, fornecendo electricidade 24h por dia, mas estão também a criar emprego e a impulsionar a economia local;
  • Os modelos de negócios das mini-redes continuam a melhorar com a gestão do perfil de procura e otimização das operações;
  • Integrar riscos regulamentares, como licenças, processos de autorização e integração nos Planos Nacionais de Electrificação é o maior desafio para o sucesso das mini-redes;
  • As mini-redes exigem investimento significativo em termos de infra-estruturas, mas é a disponibilidade e o custo do capital privado que representam a principal lacuna na viabilidade financeira dos projectos.

 

Finalmente, baseado na sua experiência, o EEP Africa deixa ainda algumas recomendações para os principais actores:

 

  • Para os Governos: As mini-redes são a solução para atingir o acesso universal à anergia, e por isso devem ser integradas nos planos nacionais de electrificação rural, incluindo mecanismos de criação de tarifas e regimes de subsídios;
  • Para os Investidores: O capital público e doado é uma alavanca de baixo custo para mobilizar os recursos privados;
  • Para os Promotores de Mini-redes: Os promotores de mini-redes mais bem-sucedidos focam-se na fidelização de clientes. A gestão do perfil de procura é essencial para a sustentabilidade financeira das mini-redes.

 

Pode consultar o resumo da pesquisa na íntegra aqui.

 

Fonte © Power for All

Imagem ©EEP