Notícias

Voltar
ALER inicia actividades em Angola e Timor Leste em 2016
19 de Dezembro
ALER inicia actividades em Angola e Timor Leste em 2016

Na Assembleia Geral da ALER, que teve lugar no passado dia 9 de Dezembro, foi aprovado o Plano de Actividades e Orçamento da ALER para 2016.
 

Segundo este documento estratégico, a ALER iniciará ao longo de 2016 actividades em dois novos países lusófonos: Angola e Timor Leste. A escolha dos dois países prende-se com a diversidade de geografias e dimensão dos mercados abrangidos.

 

Angola é o maior país Africano lusófono, com um sector energético muito desenvolvido mas direccionado para o Oil & Gas, apesar dos enormes recursos renováveis e recentes desenvolvimentos no sector eléctrico, o que demonstra um interesse em diversificar a matriz energética. Este é portanto o país que constitui o maior desafio da ALER e por isso se prevê que as actividades iniciais se possam prolongar por mais de um ano.
 

Timor Leste, apesar de ser um país pequeno e insular, não é por isso um menor desafio, visto ser o país mais distante, quer em termos geográficos quer culturais, onde o português é menos falado. Timor Leste ganha especial importância pelo facto de deter a presidência da CPLP até Julho de 2016 e, mais relevante, a presidência da recém-constituída Reunião dos Ministros de Energia da CPLP até à próxima reunião, que terá lugar em 2017. É por esta razão que foi selecionado como prioritário.

 

Para além do início de actividades em dois novos países prioritários, a ALER definiu outras prioridades para 2016, a saber:

 

  • Consolidar as actividades nos países prioritários anteriores (Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe);
  • Aumentar a visibilidade e o reconhecimento como entidade de relevância a nível nacional e internacional;
  • Continuar a angariar novos Associados e Patrocinadores, capitalizando as actividades desenvolvidas em 2015 e tirando partido dos serviços disponibilizados;
  • Apoiar a criação e dinamização da Rede de Energia da CPLP.


Contamos com o apoio de todos para implementar mais um ano de objectivos ambiciosos.