Notícias

Voltar
O Banco Africano de Desenvolvimento e o governo português planeiam abrir oportunidades para os países lusófonos em África
26 de Abril de 2018
O Banco Africano de Desenvolvimento e o governo português planeiam abrir oportunidades para os países lusófonos em África

O Banco Africano de Desenvolvimento está a coordenar a implementação de uma estratégia de desenvolvimento integrada para os países lusófonos em África com o intuito de ajudar a promover o crescimento.

Em preparação para a disseminação dessa iniciativa, o banco e o governo de Portugal assinaram um acordo de fornecimento de formação no idioma português para os funcionários do Banco Africano de Desenvolvimento interessados em aprender a língua, bem como de serviços profissionais de tradução de conferências.

O acordo de cooperação para o ensino do idioma, assinado entre o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e o Banco Africano de Desenvolvimento, também oferece condições para a tradução e a disseminação da licitação padrão de projectos do banco e de documentos de gestão financeira.

Como parte da função catalisadora do banco, a instituição usará os vínculos históricos, culturais e linguísticos que unem os países africanos de língua portuguesa com Portugal e Brasil para ajudar a estimular maiores laços económicos, bem como o crescimento do sector privado e oportunidades comerciais.

Para além disto, o Banco também lançou um Compacto para o Desenvolvimento da Comunidade de Países da Língua Portuguesa (CPLP), juntamente com o Governo Português, em que o objectivo é criar capacidade local para conceber e gerir projectos, potenciar recursos naturais não aproveitados e abrir oportunidades de crescimento. Este compacto está previsto ser assinado na Reunião Anual do Banco, a realizar-se de 21 a 25 de Maio de 2018, em Busan, na Coreia.

Foi ainda referido que existem planos para a introdução de instrumentos de redução de risco, de forma a atrair mais investidores privados para estes países.  

Está planeada uma sessão especial para investidores lusófonos, a decorrer no primeiro Fórum de Investimento Africano, que se vai realizar de 7 a 9 de Novembro de 2018, em Joanesburgo, na África do Sul.

Consulte o comunicado de imprensa na integra aqui.

Fonte e Imagem © AfDB