Notícias

Voltar
Renováveis e São Tomé e Príncipe em destaque na COP21
13 de Novembro de 2015
Renováveis e São Tomé e Príncipe em destaque na COP21

Enquadramento


Após anos de negociações, a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21) pretende ser um ponto de viragem no combate às alterações climáticas. O sector de energia, que representa dois terços das emissões globais, deve ser a principal prioridade para a nossa acção, se quisermos manter o aumento da temperatura média global abaixo dos 2 graus.


Ao acolher esta conferência de referência, que terá lugar entre o dia 30 de Novembro e 11 de Dezembro, a França desempenhará um papel de liderança internacional, e a COP21 será uma das maiores conferências internacionais já realizadas no país. A conferência deverá atrair cerca de 50.000 participantes, incluindo 25.000 delegados oficiais de governo, organizações intergovernamentais, agências da ONU, ONGs e sociedade civil.


Para mais informações visite o site oficial da COP21 aqui.


Renováveis em destaque na COP21: Re-energizar o Futuro


Pela primeira vez em qualquer conferência climática da ONU, serão apresentadas soluções de energia renovável numa série de eventos de alto nível. Este "renewable energy track", denominado de Re-energizar o Futuro (#REenergise), irá demonstrar que a energia renovável, juntamente com a eficiência energética, oferece um percurso realista para manter o aumento da temperatura global abaixo dos 2° C.


Para obter informações actualizadas sobre os eventos específicos da IRENA, por favor clique aqui.


Sao Tomé presente na COP21


Projecto “Bioenergia em São Tomé – Aproveitamento energético de Biogás” será apresentado na COP 21 em Paris, no dia 10 de dezembro, pelas 18h30.

 

Em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente, a Direcção Geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe e a Euronatura, a Ecovisão, como entidade executante, apresentará o projecto “Bioenergia em São Tomé – Aproveitamento energético de Biogás” num side event agendado para dia 10 de dezembro, pelas 18h30.


Em curso desde dezembro de 2014, o projecto Bioenergia está a ser desenvolvido com o apoio da Cooperação Portuguesa, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da Agência Portuguesa de Ambiente, e financiado pelo Fundo Português de Carbono.


A Ecovisão, com 18 anos de actividade, é uma empresa portuguesa que actua na área do ambiente, ao nível da prestação de serviços, estudos e projectos, tratamento de água e de resíduos e bioenergia, estando presente em diversos países, casos de Angola, Cabo Verde e Moçambique.