Notícias

Voltar
COP24 em Katowice, Polónia
21 de Dezembro de 2018
COP24 em Katowice, Polónia

A 24ª Cimeira das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP24) realizou-se de 2 a 14 de Dezembro, em Katowice, Polónia. Tendo como principais temas (1) a tecnologia, demonstrando soluções modernas e amigas do ambiente que permitem um desenvolvimento urbano sustentável; (2) o ser humano, enfatizando a necessidade de liderar a mudança juntamente com as pessoas através da solidariedade e transformação das regiões e sectores industriais; e (3) a natureza, abordando os temas de gestão florestal multifuncional e sustentável.

 

Também houve espaço para sessões sobre energias renováveis, alterações climáticas e o futuro de África, sendo que foram apresentados estudos científicos, fundos financeiros e outras plataformas enquadrados neste tema.

 

Sessões como “Desbloquear o financiamento comercial para energias renováveis ​​de pequena escala em África” ou sobre Eficiência Energética em África, apresentadas no pavilhão do Banco Africano para o Desenvolvimento, mostraram o ponto de situação actual do continente africano e  previsões para o futuro. Diversos delegados e oradores afirmaram que África tem potencial para liderar o mundo na ampliação e geração de energia renovável, pois tem uma capacidade solar quase ilimitada (10 TW), energia hidroelétrica abundante (350 GW), energia eólica (110 GW) e energia geotérmica (15 GW). A Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA) estima que a capacidade de energia renovável em África pode chegar a 310 GW até 2030; o que coloca o continente africano na vanguarda da produção de energia renovável a nível global.

 

O Governo do Reino Unido apresentou um fundo de 100 milhões de dólares para fazer chegar energia limpa a cerca de 2 milhões de pessoas, através do apoio a mais de 40 projectos de fornecimento de energia solar, eólica, hídrica e geotérmica na África Subsaariana.

 

Outro projecto apresentado pelo World Future Council, foi o Global Renewables Congress que tem como objectivo a institucionalização de uma plataforma internacional não partidária para que legisladores possam partilhar conhecimento e experiência sobre questões relacionadas com a implantação de soluções de energia renovável, incluindo o potencial tecnológico e económico, bem como benefícios socioeconómicos.

 

Por último, nesta breve síntese da COP24, a Universidade Finlandesa LUTF apresentou um estudo que indica que a transição para fontes de energia 100% renovável são economicamente competitivas face ao actual sistema de combustíveis fósseis e nucleares e conduzirão a emissões zero antes de 2050. O estudo baseou-se numa simulação de transição energética, que contou com dados recolhidos durante mais de quatro anos e concluiu que a transição exigirá uma electrificação massiva em todos os sectores energéticos.

 

 

Para mais informações consulte o site da COP 24.