Notícias

Voltar
Electrificação rural em Moçambique eleita pela Fundação Clinton
19 de Setembro de 2016
Electrificação rural em Moçambique eleita pela Fundação Clinton

O projecto de electrificação da aldeia de Titimane, no norte de Moçambique, assume hoje a forma de compromisso na reunião anual da Clinton Global Initiative, em Nova Iorque. Sem acesso à rede eléctrica do país, esta comunidade rural passará a ter uma rede autónoma abastecida por energia renovável gerada por painéis solares e central de biomassa alimentada pelo restolho do algodão cultivado pelos pequenos agricultores da região. A infraestrutura será complementada com um programa de desenvolvimento destinado a acelerar o impacto do acesso à energia na melhoria da qualidade de vida dos 4.000 habitantes de Titimane. Esta abordagem integrada e sustentável mereceu o reconhecimento da Fundação liderada pelo ex-presidente dos EUA Bill Clinton.

O projecto da EDP, nascido de uma parceria com a Agência das Nações Unidas para o Ambiente (UNEP), conta ainda com outros parceiros locais – Grupo João Ferreira dos Santos, FUNAE e EDM – todos empenhados em promover o desenvolvimento das comunidades mais desfavorecidas criando condições para a electrificação a partir de energias renováveis. O Governo de Moçambique reconhece a importância, a inovação e a natureza social do projecto.

No mundo, há ainda cerca de mil milhões de pessoas sem acesso à energia. Em Moçambique, esta realidade afeta 70% da população. Em Titimane, são as lanternas a pilhas e alguns geradores a diesel as únicas fontes energéticas disponíveis.

Leia o Comunicado de Imprensa aqui.

A ALER regozija-se com este reconhecimento alcançado pelo seu Associado EDP em relação ao projecto em Titimane, Moçambique.

Fonte e Imagem © EDP