Notícias

Voltar
Lisboa será o anfitrião do 21º Africa Energy Forum
28 de Fevereiro de 2019
Lisboa será o anfitrião do 21º Africa Energy Forum

São esperados cerca de 3.000 stakeholders e investidores no 21º Africa Anergy Forum que terá lugar em Lisboa, entre 11 a 14 de Junho. O Fórum regressa à Europa no seu 21º ano após a 20º edição nas Ilhas Maurícias, fornecendo uma plataforma para importantes projectos de energia poderem ser revistos ​​e exibidos a investidores internacionais.


Embora a 20ª edição no ano passado tenha refletido sobre os principais actores e momentos-chave dos últimos 20 anos, o Fórum deste ano vai explorar as oportunidades e inovações definidas que irão moldar decisões de políticas e investimentos no futuro. O Fórum orgulha-se de se associar à Associação Lusófona de Energias Renováveis ​​(ALER) para esta edição em Lisboa, para promover as energias renováveis ​​em toda a África Lusófona.


O Fórum deste ano também vai reconhecer a importância do papel das mulheres no sector, como mobilizadoras de pequenas comunidades e influenciadoras da indústria, dirigindo as empresas mais brilhantes e ousadas do sector de energia - não apenas no continente africano. Os organizadores tomaram a decisão ambiciosa de convidar um grupo extraordinário e diversificado de especialistas do sector (que acontece serem todas mulheres) para moderar os 56 painéis do Fórum. Este compromisso levará a taxa de diversidade de participantes do sexo feminino a ultrapassar os 25% pela primeira vez, em comparação com apenas 9% em 2012 (quando apenas 700 investidores compareceram).


Os temas dos painéis vão focar-se nas últimas tendências de investimento emergentes em África, a parceria de Portugal com a África Lusófona, o panorama de projectos de energia renovável em Moçambique e Angola, a ascensão de projectos solares em toda a África e estratégias para ampliar os projectos de energia da rede, entre muitos outros.


A mudança do Fórum para Lisboa foi calorosamente recebida pelo Governo de Portugal, que continua a colocar as parcerias, a transmissão de conhecimento e tecnologia e oportunidades económicas firmemente nas mãos de quem os acolhe. Isto é especialmente verdade nos estimulantes países lusófonos, onde estão a acontecer investimentos maciços nos sectores dos recursos naturais e eletricidade.


O Africa Energy Forum recebe um grande número de credíveis e comprovados decisores políticos do sector público de todo o mundo, com cerca de 46% de africanos e 21% do total de delegados são decisores políticos líderes no sector público. Moçambique, Angola, Costa do Marfim, Marrocos, Nigéria, Egito, Gana, Quênia, Uganda, África do Sul e Etiópia vão apresentar os seus mais recentes projectos e oportunidades de investimento nesta ocasião de networking.

Este ano, serão apresentados projectos de sucesso encerrados nos últimos 18 meses, num “Guia de Sucesso para Projectos”, de forma a fornecer os conhecimentos necessários de como é que os projectos podem atingir o fecho financeiro e o que é necessário para alcançar esse objectivo.


Outros destaques incluem um torneio de futebol, o 'Desafio Universitário' do EnergyNet Student Engagement - no qual quatro equipas de universidades africanas competem para participar num painel da indústria durante a sessão de encerramento do Fórum.


Junte-se a nós nesta edição do Africa Energy Forum, em Junho, para explorar as oportunidades e inovações que irão moldar as decisões políticas e de investimento no futuro de Africa!


Shiddika Mohamed

Directora do Grupo, EnergyNet