Notícias

Voltar
Moçambique e Reino Unido firmam memorando para expandir acesso à energia
13 de Fevereiro
Moçambique e Reino Unido firmam memorando para expandir acesso à energia

O Ministro moçambicano dos Recursos Minerais e Energia, Pedro Couto, e o Ministro britânico para o Desenvolvimento Internacional, Nicholas Hurd assinaram um memorando de entendimento este mês, em Maputo, na área da energia solar e de outras energias renováveis

 

O propósito do memorando é criar parceria entre os governos para promover um mercado mais activo na área das energias renováveis e acelerar o acesso à energia solar no país com maior enfoque para as zonas rurais.

 

O memorando está incluído na campanha “Energy Africa” desenvolvida pelo governo britânico, que pretende acelerar o acesso à electricidade na África subsariana, através a expansão do aumento da utilização da energia solar. De acordo com o comunicado do governo britânico, este objectivo será alcançado “através da remoção de obstáculos regulatórios e políticos para a expansão do mercado, e uma melhor coordenação do apoio dos doadores ao sector em geral”.

 

De acordo com o ministro Pedro Couto, o memorando “chama a atenção para a importância deste vínculo no sistema nacional de energia e das enormes possibilidades que estão actualmente abertas com os avanços tecnológicos na área das energias renováveis e solar, que poderão permitir a produção dessas formas de energia a baixo-custo”. O ministro do MIREME acrecenta que Moçambique tem um programa de energia que cobre várias áreas de geração de energia, simultaneamente para consumo doméstico e para exportação para outros países da Africa do sul. A energia solar e outras renováveis fazem parte dessa combinação.