Notícias

Voltar
Stakeholders reúnem-se em Angola para validar a Agenda de Acção Nacional da SE4All e os Prospectos de Investimento
26 de Agosto de 2016
Stakeholders reúnem-se em Angola para validar a Agenda de Acção Nacional da SE4All e os Prospectos de Investimento

O workshop, organizado pelo Ministério da Energia e Águas (MINEA) concluiu o trabalho de definir os objectivos a longo prazo de Angola sobre o acesso à energia, eficiência energética e energias renováveis, bem como as acções prioritárias necessárias para alcançá-los.
 

O Secretário de Estado da Energia de Angola, Joaquim Ventura, abriu o workshop de validação da Agenda de Acção da SE4All e o Prospecto de Investimento em Angola, que decorreu a 26 de Agosto, em Luanda, em nome do Ministro da Energia, João Baptista Borges. No seu discurso de abertura, Ventura reafirmou a importância de alcançar o acesso universal a serviços energéticos modernos para o país e o forte comprometimento do Governo Angolano em prol desta causa, destacando as várias políticas e os projectos que estão a ser desenvolvidos. O Director da Electricidade e Coordenador da SE4All, Job Vilinga, apresentou a metodologia e abordagem utilizada para compilar os documentos e agradeceu aos coordenadores dos diferentes grupos de trabalho pelo seu empenho.
 

Foram apresentados os principais pontos da Agenda de Acção e do Prospecto de Investimento, incluindo os objectivos de alcançar o acesso universal à electricidade e para cozinhar de forma limpa até 2030. A Agenda também prevê melhorar a eficiência energética em 1% a cada ano e alcançar uma quota das energias renováveis ​​de 85% no mix de energia eléctrica. Estes objectivos serão alcançados através de uma série de acções prioritárias – algumas das quais já começaram ou aquelas que estão a ser planeadas pelo Governo, incluindo a melhoria das redes de transmissão e distribuição, os investimentos em novas instalações de geração, particularmente hídrico, promoção das mini-redes e outras energias renováveis ​​e expansão do acesso ao GLP para cozinhar.
 

Após uma discussão frutífera com os participantes do workshop, o Representante Residente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em Angola, Martin Septime encerrou o evento, destacando a importância de uma cooperação eficaz entre os stakeholders para fornecer serviços modernos de energia para todos os angolanos e reafirmou que o BAD , que adoptou a energia como uma prioridade com o New Deal on Energy for Africa, irá apoiar programas de energia do país.
 

A Agenda de Acção é um documento central para o desenvolvimento do sector energético e constitui uma resposta nacional adequada para o Objectivo de Desenvolvimento Sustentável (SDG) número 7 da energia adoptado em Setembro de 2015 pela Assembleia Geral da ONU que se esforça para "assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos”.
 

Orientada pelo SE4All Africa Hub, a Agenda de Acção e do Prospecto de Investimento foram desenvolvidos por grupos de trabalho interministeriais através de um processo inclusivo, com consultas alargadas com stakeholders nacionais e peritos internacionais.
 

O Banco Africano de Desenvolvimento apoiou o MINEA neste processo com assistência técnica financiada através do African Climate Technology Centre (ACTC). A Agenda de Acção assenta na Avaliação Rápida/ Análise das Lacunas da SE4All lançada em Agosto de 2015, com o apoio das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O Banco, o PNUD, a União Africana e o NEPAD são parceiros no SE4All África do Hub.

O workshop teve a participação de mais de 100 personalidades do Governo, sector privado, parceiros de desenvolvimento, sociedade civil e universidades, bem como o Secretário de Estado do Petróleo, Aníbal Teixeira da Silva.