Notícias

Voltar
Início de construção da Central Solar em Cuamba
29 de Junho de 2021
Início de construção da Central Solar em Cuamba

Num passo significativo para um futuro de energia limpa, a Globeleq, uma empresa líder independente de energia em África e os seus parceiros de projecto, ambos Associados da ALER; Source Energia e Electricidade de Moçambique (EDM), celebraram o início da construção da central solar fotovoltaica Cuamba de 19MWp (15MWac) e um sistema de armazenamento de energia de 2 MW (7MWh) com um evento pioneiro.

 

O Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Dr. Ernesto Max Tonela, foi o convidado oficial no local da central em Cuamba, onde decorreu a cerimónia. O projecto contribuirá para a estratégia do Governo "Energia para Todos", com o objectivo de ter acesso universal à energia até 2030.

 

O projecto de 32 milhões de dólares está localizado no distrito de Tetereane da cidade de Cuamba, província de Niassa, cerca de 550 kms a oeste da cidade costeira de Nacala. O projecto é o primeiro PIE (Produtor Independente de Energia) em Moçambique a integrar um sistema de armazenamento de energia à escala de serviços públicos e inclui uma actualização para a subestação existente em Cuamba. A electricidade será vendida através de um acordo de compra de energia por 25 anos com a EDM.

 

Pedro Coutinho, Sócio Fundador e Director Executivo da Source Energia acrescentou: "A Source está entusiasmada por ter atingido este marco significativo para Moçambique e para a Província do Niassa com o projecto de Cuamba Solar PV e armazenamento de energia. Estamos empenhados em trabalhar para desenvolver projectos que estejam em linha com os objectivos energéticos moçambicanos de acesso universal que são liderados pela EDM".

 

Marcelino Gil, Presidente da EDM explicou o compromisso da EDM com o cabaz energético do país com base na abundância de recursos em Moçambique, com a visibilidade de promover a energia limpa e renovável em direcção ao compromisso de acesso universal à energia para todos os moçambicanos até 2030.

 

Espera-se que o projecto venha a necessitar de cerca de 100 trabalhadores durante a construção, muitos dos quais serão contratados à comunidade local. A empresa espanhola, TSK, foi nomeada como contratante do projecto EPC (Engenharia, Gestão e Construção). A Globeleq irá supervisionar a construção e operação da central eléctrica, apoiada pela Source Energia.

 

Leia o Comunicado de Imprensa completo aqui.