Notícias

Voltar
Mensagem da Presidente da ALER, Miquelina Menezes
21 de Dezembro de 2021
Mensagem da Presidente da ALER, Miquelina Menezes
Miquelina Menezes

Foi realizada no passado dia 17 de Dezembro a Assembleia Geral da ALER na qual foi aprovado o Plano de Actividades e Orçamento para 2022. Nele está previsto que 2022 seja o melhor ano da ALER, a seguir ao ano da sua constituição.

 

Teremos um plano de actividades intenso e diverso, destacando-se a realização de actividades das quais já temos experiência, como a publicação de mais um relatório nacional, desta vez de Angola, e organização de pequenos eventos e 3 grandes conferências internacionais, mas também outras que serão uma estreia para a ALER, como o Programa Energia Sustentável para Mulheres e um workshop de empreendedorismo. Além disso, a equipa será reforçada, criando condições para um crescimento sustentado e de longo prazo.

 

Este optimismo acompanha o desenvolvimento dos mercados que acompanhamos. Só para referir alguns dos marcos importantes que se esperam para 2022:

  • Moçambique: Entrada em vigor do já publicado regulamento de acesso á energia fora da rede, a par da publicação da nova Lei da Energia, anúncio dos vencedores do primeiro concurso do PROLER e lançamento do segundo concurso, finalização e início da construção das centrais solares de Metoro e Cuamba, respectivamente, novas call for proposals dos vários programas de apoio para projectos fora da rede e início da implementação dos projectos já selecionados em calls anteriores;
  • Angola: entrada em funcionamento das primeiras das 7 centrais solares que totalizarão 370 MWp do consórcio Sun Africa/MCA, assinatura do CAE e início da construção do primeiro IPP renovável do país por parte da Solenova (consórcio entre a ENI e a Sonangol), a que se seguirá um segundo projecto IPP solar da TOTAL EREN, Greentech e Sonangol;
  • Cabo Verde: retoma do programa de novas centrais renováveis, após a assinatura dos contratos da central solar de Ervadão, a que se poderão seguir a central eólica de 10 MW em Achada Mostarda e a central solar de 10 MW em Calheta, assim como outras de menor dimensão nas restantes ilhas. Além disso reforço da geração descentralizada, ao nível da microgeração e de projectos que exploram o nexus energia-água;
  • São Tomé e Príncipe: Publicação do Plano Nacional de Acção das Energias Renováveis, implementação da primeira fase de hibridização solar da central de Santo Amaro e seguimento dos projectos mais avançados identificados na Resolução do Conselho de Ministros de Setembro de 2019, ao abrigo do regime especial e transitório para aquisição de energia com origem em fontes renováveis;
  • Guiné-Bissau: reabilitação das mini-redes de Bambadinca e Bissorã, início da construção de mini-redes em Gabu e Canchungo e avanços nos estudos das mini-redes de Bolama e Bubaque para preparação do lançamento de concurso.

 

Mas as boas notícias já vêm de trás. Segundo tudo indica, a ALER terminará 2021 com resultados acima do esperado, tendo conseguido reverter o impacto causado pelo covid-19 mais rápido do que o previsto. Chegámos mais longe, com a organização de 7 eventos dedicados a várias geografias e segmentos de mercado, e 2 publicações que resumem o ponto de situação dos nossos principais mercados de Angola e Moçambique. Chegámos também a mais pessoas, tendo tido um total de 1600 participantes registados nos nossos eventos e, através das nossas newsletters, comunicamos mensalmente com cerca de 7.000 pessoas de mais de 10 países.

 

Volvidos 7 anos desde a constituição da ALER, continuamos a crescer - devagar mas solidamente - a aprender, e a partilhar a nossa experiência com os novos parceiros de caminhada, as Associações Nacionais de Moçambique e Angola - AMER e ASAER - a que se juntarão em breve as de São Tomé e Príncipe.

 

Será com enorme prazer que acompanharemos em 2022 a concretização de projectos há muito anunciados e esperados, que materializam o potencial que há 7 anos temos vindo a apregoar. E isto ainda é só o início, fiquem conosco ou juntem-se a nós para acompanhar o que ainda há de vir!


Que 2022 seja tão promissor para todos vós como é para nós, e que terminem 2021 com boas festas e com saúde, são os votos da ALER.