Notícias

Voltar
Parques da Cabeólica pouparam 53.600 toneladas de CO2 em 2019
30 de Novembro de 2020
Parques da Cabeólica pouparam 53.600 toneladas de CO2 em 2019

A Cabeólica, Associada da ALER, publicou o seu Relatório e Contas de 2019 onde refere que a electricidade gerada pelos quatro parques eólicos operados pela empresa evitou a emissão de 53.692 toneladas de CO2 em 2019, apesar dessa produção ter caído 7,7% em relação a 2018.

 

A empresa manteve a potência instalada de 25,5 MW, com 30 turbinas eólicas distribuídas pelos parques nas ilhas de Santiago (11), Sal (09), São Vicente (07) e Boa Vista (03).

 

No documento, a administração refere que a operação manteve-se em 2019 “eficiente e rentável”, apesar de ter sido um ano “com uma das condições de vento menos favoráveis registadas na história da empresa” e do ano excepcional de produção de electricidade pelos mesmos parques em 2018, que já antevia uma quebra.

 

No “estrito cumprimento” do contrato de compra e venda de energia eléctrica, assinado com a concessionária do sector, a empresa pública Electra, os parques da Cabeólica produziram em 2019 cerca de 78.575 MWh, evitando a emissão do equivalente a 53.692 toneladas de CO2 com a mesma produção a partir de combustíveis fósseis.

 

Os parques da Cabeólica resultaram de um acordo de Parceria Público-Privada, em 2008, entre InfraCo Africa Limited, o Governo de Cabo Verde e o grupo estatal Electra, que seis anos depois atingiu o seu recorde, garantindo cerca de 24% da electricidade consumida no arquipélago, tornando-o num dos países com a maior taxa de penetração de energia eólica no mundo.

 

Saiba mais aqui e leia o relatório na integra aqui.

 

Fonte © Expresso das Ilhas

Imagem © Cabeólica