Notícias

Voltar
APREN faz resumo de 2020
29 de Janeiro de 2021
APREN faz resumo de 2020

A Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN), Associada da ALER, fez um balanço do sector das energias renováveis em Portugal no ano de 2020.

 

Dos dados destaca-se que no último ano em Portugal Continental foram gerados 49 324 GWh de electricidade acumulados desde Janeiro a Dezembro, dos quais 61,7 % foram de origem renovável. Sendo que a produção eléctrica a partir de energias renováveis evitou a emissão de 17,8 milhões de toneladas de CO2.

 

Entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2020 registou-se um preço médio horário no Mercado Ibérico de Electricidade (MIBEL) em Portugal de 34,1 €/MWh, uma redução de 29 % face ao período homólogo do ano passado. De facto, neste ano registou-se o preço médio mais baixo da história do MIBEL, repercussão da quebra de consumo por incidência da pandemia da COVID-19, em paralelo com um ano médio em termos de geração renovável no sistema. Esta redução de preço no mercado de electricidade foi transversal a todo o mercado europeu. No mesmo período, foram registadas 689 horas não consecutivas em que a geração renovável foi suficiente para suprir o consumo de electricidade de Portugal Continental, com um preço horário médio no MIBEL de 30,4 €/MWh. Salienta-se a redução significativa verificada em Maio de 2020, onde o preço médio horário atingiu os 28,8 €/MWh, tendo-se identificado períodos com preços inferiores a 5 €/MWh no início do mês. Relativamente a Dezembro, registou-se um preço horário médio de 42,0 €/MWh, o segundo valor mais alto verificado em 2020, que representa um aumento de 25 % face ao período homólogo do ano passado.

 

No período de reporte, o sistema eléctrico de Portugal Continental registou importações de electricidade de 6 397 GWh e exportações de 4 942 GWh, resultando num saldo importador de 1 455 GWh, 57 % inferior face ao saldo importador verificado no período homólogo de 2019.

 

O sector electroprodutor renovável permitiu uma poupança de 645 M€ em combustíveis fósseis importados e 440 milhões de euros em licenças de emissão de CO2, esta última reflexo de um valor médio das licenças de 24,7 €/tCO2. Dezembro registou um valor record, tendo atingido um preço médio de licenças de emissão de CO2 de 30,9 €/tCO2.

 

A produção de electricidade a partir de carvão foi significativamente baixa, com uma taxa de utilização de apenas 15 % ao longo do ano, dando início ao phase-out desta tecnologia na geração de electricidade em Portugal.

 

Ver boletim completo.